Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 15/01/2014
  • 15:06
  • Atualização: 15:58

Telescópio da Nasa registra imagem da Nebulosa de Órion

Imagens capturaram as estrelas ainda em processo de formação

Nebulosa é uma região de formação estelar | Foto: NASA/AFP/CP

Nebulosa é uma região de formação estelar | Foto: NASA/AFP/CP

  • Comentários
  • AFP

O telescópio espacial Spitzer registrou a Nebulosa de Órion, um imenso berçário estelar localizado a cerca de 1.500 anos-luz de distância da Terra. As imagens foram obtidas utilizando os dados infravermelhos do telescópio, que capturaram as estrelas ainda em processo de formação (tons mais avermelhados).

A parte mais brilhante da nebulosa, conhecida como o Trapézio Cluster. é formada por estrelas jovens. Devido a suas cores, a composição química da Nebulosa de Órion é provavelmente rica em hidrogênio, nitrogênio, oxigênio e enxofre, contendo também moléculas ricas em carbono. A nebulosa é uma região de formação estelar: em seu interior as estrelas estão nascendo e começando a brilhar constantemente.

Bookmark and Share



TAGS » Ciência, Espaço