Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 16/01/2014
  • 08:15
  • Atualização: 08:19

BM fecha fábrica de palmitos no litoral Norte

Policiais do Batalhão Ambiental apreenderam produtos, armas e munição em Maquiné

  • Comentários
  • Jerônimo Pires / Rádio Guaíba

A Operação Golfinho fechou, nessa quarta-feira, mais uma fábrica clandestina de palmito no litoral Norte do Rio Grande do Sul. De acordo com a Brigada Militar, o produto, da espécia juçara, foi localizado na área rural do município de Maquiné. A polícia já tinha fechado outra estabelecimento neste veraneio.

Após uma denúncia anônima, os policiais do Batalhão Ambiental chegaram ao local. Os PMs apreenderam vidros de palmitos prontos para a venda e outros vazios. Também recolheram mais de 70 varas de palmito in natura, balança de precisão, fogareiro, uma panela com capacidade para mais de cem litros, pólvora, chumbo, botijão de gás, ácido cítrico, sal e substâncias químicas para o branqueamento do palmito.

Em meio as precárias condições de higiene, os policiais ainda encontraram uma espingarda calibre .20 e 75 projéteis de vários calibres. A Palmeira Juçara está em risco de extinção e é imune ao corte. Por isso, também há crime risco ambiental. Um homem foi preso em flagrante e encaminhada a Delegacia de Polícia de Capão da Canoa.


Bookmark and Share


TAGS » Geral