Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

17/01/2014 01:31 - Atualizado em 18/01/2014 01:48

Homem é assassinado no bairro Floresta

A vítima era frequentadora do Albergue Municipal

O homem aparentava 35 anos<br /><b>Crédito: </b> Fabiano do Amaral / CP
O homem aparentava 35 anos
Crédito: Fabiano do Amaral / CP
O homem aparentava 35 anos
Crédito: Fabiano do Amaral / CP

    Mais uma pessoa foi assassinada nas imediações da Vila Santa Terezinha, também conhecida como Vila dos Papeleiros, desta vez na rua Comendador Azevedo, no bairro Floresta, em Porto Alegre. Um homem não identificado aparentando 35 anos foi morto com vários tiros por um motoqueiro de capacete branco, segundo testemunhas. De acordo com os relatos, a vítima teria saído da avenida Farrapos e quando entrou na Comendador Azevedo uma moto entrou em baixa velocidade para fazer pouco barulho. Logo em seguida, se ouviu uma saraivada de disparos, causando a morte da vítima.
    A área próxima à Vila dos Papeleiros vive com constantes registros de tiros e mortes, muito por causa de tráfico de drogas que ocorre na região. A vítima era frequentadora do Albergue Municipal na rua Comendador Azevedo. Nesta semana, uma outra pessoa teria sido morta e houve disparos sem vítima na mesma rua do assassinato na noite de quarta-feira. Moradores e trabalhadores pedem uma ação mais efetiva da Brigada Militar, com a presença de carros fazendo patrulhamento à noite. A Secretaria de Segurança Pública do Estado fica a menos de 1 quilômetro da região. 




Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo





» Tags:

O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.