Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Economia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

17/01/2014 12:16 - Atualizado em 17/01/2014 12:18

Dilma anuncia R$ 2,5 bilhões para mobilidade urbana em BH

Declaração foi feita durante visita ao estado mineiro

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta sexta em Belo Horizonte (MG) o investimento de R$ 2,5 bilhões para obras de mobilidade urbana na região. "Venho aqui mais uma vez para anunciar recursos federais e a nossa participação nos investimentos em mobilidade urbana em Belo Horizonte. São mais de R$ 2,5 bilhões nesta visita para obras de transporte coletivo aqui na região", anunciou a presidente no Estado de seu possível adversário nas eleições presidenciais, o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

"Eu sou presidenta de todos os brasileiros. Agora, como presidenta de todos os brasileiros, eu não posso fazer discriminação por partido político, por time de futebol, por religião", disse Dilma, ao anunciar os investimentos ao lado do governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, do PSDB.

A presidente explicou que metade dos recursos destinados faz parte do orçamento da União e a outra metade é fruto de financiamento. "Queria explicar para vocês que uma outra questão grave no Brasil é que paramos uma época de investir, não se investia no Brasil", disse Dilma. A presidente afirmou que ao final do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o governo federal já conseguiu recursos para investir em mobilidade, mas ressaltou que apenas na sua gestão se conseguiu elevar o investimento "a uma cifra que começa a resolver o problema". "Estamos colocando nos quatro anos em mobilidade urbana um pouco mais de R$ 140 bilhões", anunciou a presidente.

Ela frisou que o financiamento tem condições que "fundamentam a cooperação", que são: prazo de 30 anos, com quatro anos de carência e euros de 5%. "Financiamos olhando que é esse o único jeito para que os Estados e municípios possam investir", afirmou.

"Quando cheguei no governo federal o máximo de anos que se financiava era sete anos", completou a presidente, que disse ainda que "ninguém investe em metrô e acha que o projeto vai se pagar em cinco anos". A presidente ressaltou que a parceria com governadores e prefeitos tem sido essencial para desenvolver o País, tanto do ponto de vista da infraestrutura como dos investimentos em geral. "Temos procurado apoiar as iniciativas necessárias para mudar a infraestrutura urbana de nosso País", disse.

Ela afirmou ainda que os investimentos da União viabilizam um investimento maior. Dilma participa de cerimônia de anúncio de investimentos do PAC 2 - Mobilidade Urbana em Belo Horizonte (MG).


Bookmark and Share


Fonte: AE






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.