Porto Alegre, quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

  • 19/01/2014
  • 13:13
  • Atualização: 13:14

Putin diz que Rússia precisa "se purificar" dos gays para elevar natalidade

Presidente russo defendeu a legislação que iguala gays a pedófilos

  • Comentários
  • AE

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, tentou uma aproximação com atletas e espectadores homossexuais que pretendem participar das Olimpíadas de Inverno, na cidade de Sóchi, mas acabou complicando ainda mais a situação. Ele defendeu a legislação que iguala gays a pedófilos e disse que a Rússia precisa "se purificar" dos gays se quiser elevar suas taxas de natalidade. Os comentários foram feitos em uma entrevista para a televisão veiculada neste domingo.

Uma lei aprovada no ano passado na Rússia proíbe a "propaganda de relações sexuais não tradicionais" entre menores de idade. Questionado na entrevista se acredita que as pessoas nascem homossexuais ou se a opção sexual é definida ao longo da vida, Putin se recusou a responder.

A lei, entretanto, sugere que informações sobre a homossexualidade podem influenciar a orientação sexual de uma criança.

Bookmark and Share