Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
12ºC
Amanhã
16º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

23/01/2014 00:51 - Atualizado em 23/01/2014 01:07

Cristina Kirchner reaparece em público após mais de um mês

Presidente da Argentina discursou em rede nacional sobre um plano de subsídio estudantil

A presidente da Argentina discursou em rede nacional sobre um plano de subsídio estudantil <br /><b>Crédito: </b> Leo La Valle / AFP / CP
A presidente da Argentina discursou em rede nacional sobre um plano de subsídio estudantil
Crédito: Leo La Valle / AFP / CP
A presidente da Argentina discursou em rede nacional sobre um plano de subsídio estudantil
Crédito: Leo La Valle / AFP / CP

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, reapareceu nesta quarta-feira pela primeira vez em mais de um mês em um ato público no qual proferiu um discurso sobre um plano de subsídios para jovens que queiram terminar seus estudos.

A expectativa era de que em seu pronunciamento, que foi transmitido em rede nacional, a presidente fizesse referência ao ambiente de incerteza que marcou a jornada financeira Argentina nas últimas semanas, que registrou nesta quarta-feira a maior desvalorização em um dia da moeda em 12 anos. assim como a preocupações sobre a alta da inflação e a forte queda das reservas do Banco Central.

O peso sofreu a maior desvalorização em um único dia desde 2002 (3,23%) e com isso, acumulou uma queda de 8,4% desde que o ano começou. Cristina, no entanto, não comentou sobre estes assuntos no ato preparado para lançar um plano de subsídios de 600 pesos (84 dólares) para jovens que queiram estudar ou terminar seus estudos.

O plano será financiado com recursos do Tesouro Nacional e poderia beneficiar 1,5 milhão de jovens entre 18 e 24 anos que não estudam, não têm trabalho ou é informal, disse a presidente.Ela afirmou que nesta faixa etária, que alcança os cinco milhões de jovens, o desemprego chega a 18,2% e que 78% deles são de família de baixos recursos.

Kirchner fez apenas duas aparições públicas desde a sua operação por um hematoma craniano em outubro passado: a primeira em 20 de novembro passado para tomar juramento de novos ministros e outra em 10 de dezembro para comemorar os 30 anos da restauração da democracia após a ditadura.

A presidente confirmou sua participação na cúpula da Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac), que será celebrada sexta e sábado em Havana.

Bookmark and Share

Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.