Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 23/01/2014
  • 16:39
  • Atualização: 16:52

Ar-condicionado em toda frota pode elevar tarifa em R$ 0,10, diz EPTC

Autarquia cogita incluir melhoria na licitação do transporte que deverá ser lançada em 2014

Ar-condicionado em toda frota pode elevar tarifa em R$ 0,10, diz EPTC | Foto: Vinicius Roratto / CP Memória

Ar-condicionado em toda frota pode elevar tarifa em R$ 0,10, diz EPTC | Foto: Vinicius Roratto / CP Memória

  • Comentários
  • Camila Kila / Rádio Guaíba

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) discute incluir a instalação de aparelhos de ar-condicionado em toda a frota de ônibus de Porto Alegre na licitação que será lançada em 2014. Um dos entraves para que o benefício seja ampliado - hoje menos de um terço dos coletivos dispõem do equipamento - é o custo adicional. O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, explica que o preço maior para compra, manutenção, entre outros, pode resultar em um aumento de R$ 0,10 no valor da passagem.

Ele citou o caso de um ônibus articulado, cujo valor normal é de aproximadamente R$ 800 mil. Essa avaliação sobe para R$ 930 mil no caso de prever ar-condicionado, o equivalente a um acréscimo de 16% no custo. Além disso, o gasto com combustível sobe em 50% e o custo de manutenção também cresce, segundo Cappellari.

A fim de unificar a frota, a opção da EPTC de instalar ou não os aparelhos de ar-condicionado nos ônibus deve valer para todas as linhas em operação após a licitação, ainda sem prazo para o lançamento. Já foi definido que todos os ônibus do sistema BRT (Bus Rapid Transit) contarão com os aparelhos.

Atualmente, os coletivos da Carris são os que possuem maior número de veículos equipados com ar, 56% do total de 352. A orientação da EPTC para todas as empresas é de que, a cada dez ônibus que saem da frota, seja adquirido um com ar, e que no caso de substituição de coletivos já equipados com refrigeração.

Bookmark and Share


TAGS » Geral, EPTC, Ônibus