Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 24/01/2014
  • 18:27
  • Atualização: 18:42

Homem que provocou acidente com mortes na freeway será indiciado por quatro crimes

Herito da Costa Lima está no Hospital Vila Nova, na Capital, sob custódia policial

  • Comentários
  • Camila Kila/Rádio Guaíba

O titular da 2ª Delegacia de Polícia de Gravataí, delegado Paulo Prado, relata que na madrugada de segunda-feira, Herito da Costa Lima, 37 anos, abordou em Osório um casal em um Citroën Xsara Picasso. Após mais de três horas, porém, os reféns simularam falta de gasolina e acabaram liberados pelo assaltante. Lima roubou pertences dos dois. O casal aguardou ele se afastar e deu partida no carro, avisando a polícia com um celular que a mulher havia escondido.

Apesar disso, o suspeito não foi localizado e conseguiu cometer outros crimes na sequência. O delegado informa que vai indiciar Lima por latrocínio, que é roubo seguido de morte; homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar; tentativa de homicídio com dolo eventual; e ainda por extorsão.

Após o primeiro roubo, ele abordou Mario Raimundo Leyser, de 52 anos, em frente à empresa de pneus da qual era funcionário, em Gravataí, e assumiu o volante do Picasso da vítima. No km 52 da freeway, Lima perdeu o controle do carro e colidiu contra um Corsa. Leyser acabou falecendo horas depois no Hospital Cristo Redentor, na Capital.

No outro carro ficaram feridos Fernanda Hespanhol, 32 anos, grávida de três meses, e o marido dela, José Daniel Borges, 35 anos. Ela morreu dois dias depois e ele segue internado no Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Canoas, em observação. O responsável pelos sequestros e pelo acidente está no Hospital Vila Nova, em Porto Alegre, sob custódia policial.

Ele, que era foragido do regime semiaberto da Penitenciária Modulada de Osório, onde cumpria pena por roubo, deve retornar à prisão assim que receber alta.

Bookmark and Share


TAGS » Polícia, Crime