Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 26/01/2014
  • 18:31
  • Atualização: 21:30

Grupo promete intensificar protestos em Santa Maria

Quase um ano após incêndio na Kiss, quatro acusados estão soltos

  • Comentários
  • Renato Oliveira / Correio do Povo

As manifestações em Santa Maria relativas à tragédia na Boate Kiss devem ser intensificadas ao longo deste ano. É o que prometem familiares e amigos das vítimas do incêndio, que completa um ano nesta segunda-feira.

Segundo Flavio Silva que faz parte do Movimento Santa Maria do Luto à Luta, a manifestação que ocorreu no dia 2 de agosto de 2013. “Vamos repetir algumas ações que ocorreram naquela ocasião, como a utilização de tintas para pintar a fachada do prédio onde fica o gabinete do Prefeito que foi pichada com o número 242 e mais 600, em referência ao número de mortos e feridos, relatou.

Quase um nao após o incêndio, os quatro presos por causa da tragédia – dois sócios da boate e dois músicos da banda Gurizada Fandangueira – foram soltos por ordem judicial, algo que revoltou a população de Santa Maria.

Bookmark and Share