Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
15º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

27/01/2014 17:44 - Atualizado em 27/01/2014 17:55

Com prisão preventiva decretada, policiais do Denarc serão indiciados por tráfico

Investigação descartou participação da dupla, já afastada das funções, em uma operação sigilosa

Os dois agentes do departamento estadual de investigações do narcotráfico (Denarc) presos pela Brigada Militar com quase dois quilos de cocaína, na última sexta-feira, em Guaíba, serão indiciados por tráfico de drogas e porte ilegal de arma, adiantou o delegado responsável pelo caso, D’Artagnan Tubino. O inquérito precisa ser finalizado até o fim de semana, mas o delegado disse que deve pedir mais tempo à justiça. Ambos tiveram a prisão preventiva decretada pelo Judiciário e foram afastados das funções.

Recolhida no presídio do Grupamento de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil (PC), a dupla soma 20 e dez anos de corporação. Um deles já chegou a ser investigado, mas o delegado não adiantou o crime supostamente cometido. Ambos podem ser expulsos da Polícia Civil.

A Brigada Militar prendeu em flagrante os dois agentes com 1,6kg de cocaína na noite dessa sexta-feira no bairro Santa Rita. A origem da droga ainda é desconhecida. Eles foram abordados dentro uma viatura discreta. Além da droga, a BM ainda encontrou R$ 8 mil e mais um revólver calibre 32 com numeração raspada. Os PMs ainda encontraram anotações de valores em dinheiro e com nomes de traficantes da região.

Agentes do Denarc presos por tráfico podem ser expulsos da Polícia Civil
BM prende agentes do Denarc com quase dois quilos de cocaína em Guaíba

A abordagem foi realizada pela BM depois que traficantes de Guaíba relataram que a prisão deles tinha efeito quase nulo para a redução do tráfico na região, já que policias reabasteciam os pontos de venda de entorpecentes na cidade.

Em depoimento, os policiais civis alegaram estar participando de uma ação secreta. Conforme o delegado Tubino, ninguém na corporação ou no Judiciário tinha conhecimento da ação.

Bookmark and Share


Fonte: Samuel Vettori/Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.