Porto Alegre, domingo, 26 de Outubro de 2014

  • 27/01/2014
  • 18:33
  • Atualização: 18:38

Homenagens a vítimas da Kiss se concentram na Praça Saldanha Marinho

Ato ecumênico no Centro da Santa Maria deverá começar às 20h

Dia de luto mobilizou população em homenagem às vítimas e protestos | Foto: Tarsila Pereira

Dia de luto mobilizou população em homenagem às vítimas e protestos | Foto: Tarsila Pereira

  • Comentários
  • Danton Júnior/Correio do Povo

Depois de se concentrarem na frente da boate Kiss desde a madrugada desta segunda-feira, as homenagens de familiares e amigos às vítimas da tragédia passou à Praça Saldanha Marinho, no Centro. Dezenas de pessoas com camisetas brancas e fotos dos seus entes queridos acompanham apresentações musiciais. No fim da tarde, o cantor local Beto Mires tocou a canção "Santa Maria", animando os presentes.

O comércio fechou mais cedo, em sua maioria por volta das 18h. A população se deslocou à praça para aguardar o ato ecumênico marcado para as 20h. No local, foram montados espaços de oração e um grupo distribui "abraços grátis" para inspirar a solidariedade.

Na noite desse domingo, as silhuetas de 242 pessoas foram pintadas no asfalto em frente à fachada da boate. Uma faixa contra a impunidade foi pendurada no prédio pedindo a punição dos culpados pela tragédia – o número de indiciados pode aumentar, conforme a Polícia Civil.

Maior tragédia da história do Rio Grande do Sul, o incêndio na boate Kiss vitimou 242 pessoas na madrugada do dia 27 de janeiro de 2013. O fogo começou por volta das 2h30min, no Centro de Santa Maria e deixou mais de 620 feridos. Os jovens participavam de uma festa – chamada de Agromerados – organizada por estudantes do curso de Agronomia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).


Bookmark and Share