Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 27/01/2014
  • 21:58

Gigantes da internet poderão publicar mais dados de inteligência nos EUA

Empresas poderão, por exemplo revelar a quantidade de contas de clientes vigiadas a pedido da NSA

  • Comentários
  • AFP

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira que permitirá aos gigantes na internet publicar mais dados sobre usuários vigiados pela inteligência do país.

O secretário da Justiça, Eric Holder, e o diretor da segurança nacional, James Clapper, detalharam que estes
grandes grupos estariam autorizados a revelar "mais dados do que nunca", como por exemplo a quantidade de
contas de clientes vigiadas a pedido das agências de inteligência.

Em carta endereçada aos responsáveis jurídicos das gigantes Facebook, Google, LinkedIn, Microsoft e Yahoo!,
Holder detalhou "os meios adicionais postos à disposição da sua empresa" para informar e responder às
inquietações de seus clientes.

"Conforme as diretrizes do presidente (Barack Obama) em seu discurso de 17 de janeiro, estes novos métodos
permitem" aos grupos americanos na internet tornar pública a quantidade de solicitações recebidas do governo
nacional, a quantidade de ordens que saíram do tribunal secreto encarregado de administrar as informações da segurança nacional e a quantidade de contas de usuários que eram vigiadas.

"Estamos satisfeitos com que o departamento de Justiça tenha aceitado que nós e outros grupos possamos difundir
estas informações", disseram em um comunicado conjunto Facebook, Google, LinkedIn, Microsoft e Yahoo!.

"O público em geral tem direito de saber o volume e o tipo de pedidos por parte da segurança nacional",
acrescentaram os grupos.

"Embora este procedimento seja animador, continuamos pedindo ao Congresso que tome medidas adicionais para
aprovar as reformas que consideramos necessárias", acrescentaram.

Bookmark and Share


TAGS » Tecnologia, Internet, EUA