Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 28/01/2014
  • 18:40
  • Atualização: 18:56

EPTC informa que rodoviários não cumprem frota mínima de ônibus

TRT determinou que 70% da frota volte às ruas, mas autarquia registra pouco mais de 30%

Greve afeta transporte de ônibus desde segunda-feira | Foto: Mauro Schaefer

Greve afeta transporte de ônibus desde segunda-feira | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) monitora a situação da frota de ônibus de Porto Alegre após determinação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de que 70% dos veículos circulem. De acordo com o presidente da EPTC, Vanderlei Capelari, a decisão judicial não estava sendo cumprida até as 18h40min desta terça-feira.

"Pouco mais de 30% dos ônibus estão nas ruas", informou Capelari. Ele salientou que a autarquia não pode providenciar qualquer tipo de punição, contudo. "A função da EPTC é informar o relatório operacional, qualquer penalidade é decisão do tribunal", salientou.

Sindicatos dos rodoviários e das empresas de transporte estão reunidos com prefeitura e EPTC no TRT, no fim da tarde desta terça-feira.  O encontro aprofundou as discussões sobre pedidos de reajuste salarial e também do valor das passagens.

O TRT reforçou que 70% da frota será o mínimo para atender a população nos horários de pico. Os rodoviários, por sua vez, questionam a decisão e pedem que medida seja adotada de forma semelhante aos metroviários: colocar 70% nos horários de pico, mas retirar todos os ônibus nos demais períodos.

Bookmark and Share 


TAGS » EPTC, Ônibus, Transporte