Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

  • 31/01/2014
  • 08:00
  • Atualização: 08:15

Exército pede ao presidente medidas de emergência para estabilizar a Ucrânia

Militares disseram ser inaceitável a tomada de edifícios públicos

Movimento de protesto começou no final de novembro | Foto: Sergey Gapon / AFP / CP

Movimento de protesto começou no final de novembro | Foto: Sergey Gapon / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O exército ucraniano pediu nesta sexta-feira ao presidente Viktor Yanukovytch que adote "medidas de emergência" para "estabilizar" a situação no país, em um comunicado publicado no site oficial do ministério da Defesa. O país enfrenta manifestações contra o governo há mais de dois meses.

"Os militares e os outros funcionários do ministério da Defesa consideram inaceitável a tomada de edifícios públicos e as tentativas de impedir que o poder cumpra suas funções, advertindo que uma escalada da contestação ameaça a integridade territorial da Ucrânia", completa o comunicado.

O movimento de protesto começou no final de novembro, depois da decisão repentina de Yanukovytch de desistir de assinar um acordo de associação com a UE, negociado durante meses, em troca de uma aproximação com a Rússia, que concedeu um crédito de 15 bilhões de dólares e uma redução do preço do gás a Kiev.


Bookmark and Share