Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 01/02/2014
  • 12:32

Estância Velha cogita decretar situação de emergência após temporal

Município teve pelo menos 50 casas destelhadas, além de quedas de postes e árvores

  • Comentários
  • Samantha Klein / Rádio Guaíba

Após o temporal dessa sexta-feira, a Defesa Civil e a prefeitura de Estância Velha contabilizam os prejuízos. Existe a possibilidade de decretar situação de emergência já na próxima segunda-feira. A coordenadoria da Defesa Civil municipal está fazendo um levatamento fotográfico para, posteriormente, realizar uma avaliação financeira em relação aos danos. A previsão é de concluir o trabalho neste domingo e elaborar um documento para recorrer ao Estado.

“Em princípio ninguém saiu de casa ainda, mas não temos como atender a todos os pedidos de ajuda. Não estamos fornecendo telhas ainda. Pela quantidade de estragos, acredito que vamos superar o mínimo necessário para decretar estado de emergência”, destacou Luciano Borchatt.

Pelo menos 50 residências foram parcial ou totalmente destelhadas. No bairro das Quintas, uma árvore caiu sobre um telhado que ficou completamente destruído. Não havia moradores no local. Empresas também contabilizam danos em razão do vendaval. O pavilhão de uma companhia de secagem de madeira foi completamente destruído no bairro Campo Grande. Dezenas de postes e árvores caíram em vias públicas.

Duas escolas infantis foram destelhadas e um prédio onde são estacionados os veículos públicos da prefeitura também precisou de lonas.

Quase toda a cidade está sem fornecimento de energia. Somente o centro da cidade tem luz. A AES Sul ainda está trabalhando, mas não previsão de retomada do serviço. Aproximadamente 50 mil pessoas ainda estão sem luz no Vale do Sinos.

Bookmark and Share