Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 01/02/2014
  • 15:20
  • Atualização: 15:29

Brigada Militar apreende 10 mil metros de rede na lagoa do Casamento

Operação ambiental encontrou 20 mil animais presos aos equipamentos de pesca ilegal

Brigada Militar apreende 10 mil metros de rede na lagoa do Casamento | Foto: CABM/Divulgação CP

Brigada Militar apreende 10 mil metros de rede na lagoa do Casamento | Foto: CABM/Divulgação CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Operação do Comando Ambiental da Brigada Militar apreendeu, desde a sexta-feira, 10 mil metros de redes de pesca ilegais. Foram encontrados cerca de 20 mil animais presos ao material. A Operação Viola voltará a ser realizada neste domingo para combater pesca predatória no período de piracema nas águas internas de Lagoa do Casamento e  Lagoa dos Patos localizadas no Parque Estadual do Itapuã.

A Patram percorreu cerca de 25 quilômetros da Lagoa do Casamento, com 10 embarcações e 45 policiais. Entre animais vivos, que foram devolvidos à água, e mortos estavam  espécimes de lambari, cascudo, corvina, jundiá, biru, espécies de crustáceos, dentre as quais siri e caranguejo azul, espécies de moluscos, dentre as quais mexilhão-dourado e mariscos.

A Lagoa do Casamento está situada a nordeste da Lagoa dos Patos e abrange quatro municípios ao seu entorno, dentre Palmares do Sul, Viamão, Capivari do Sul e Mostardas. É um destino pouco explorado pela navegação de recreio gaúcha, tendo uma fauna e flora ciliar abundante. A água é limpa pela ausência de civilização às margens.

"Pela quantidade de petrechos de pesca que foram apreendidos da Lagoa do Casamento, percebe-se a grandiosidade do impacto que estava sendo gerado neste local, pois diversas espécies foram retiradas das redes, e isto impedia a reprodução das mesmas", salientou o coronel Ângelo Silva.


Bookmark and Share