Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/02/2014 13:08 - Atualizado em 02/02/2014 13:11

Procissão de Navegantes reúne 100 mil pessoas em Porto Alegre

Evento teve diminuição do público em razão da greve dos ônibus

Pelo menos 100 mil pessoas participaram neste domingo da procissão de Nossa Senhora de Navegantes, em Porto Alegre, segundo estimativas da Brigada Militar. A expectativa da organização do evento era de que 160 mil fiéis acompanhassem a procissão terrestre. A diminuição do público ocorreu em função da greve dos rodoviários, que completa uma semana nesta segunda-feira. Mesmo com passe livre, nenhum ônibus circulou na Capital.

Mesmo sem ônibus e com o forte calor, o público fez demonstrações de fé. Os fiéis seguiram o cortejo de cinco quilômetros, que saiu às 8h da Igreja do Rosário, na rua Vigário José Inácio, no Centro, e passou pelas avenidas Mauá, Castelo Branco, Sertório e seguiu até a praça em frente à Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes. O tema da 139ª edição da festa foi “Revisitando a História”. Segundo o organizador da festa, Juarez Vasques, apesar de a Capital viver o impasse do transporte público, os fiéis conseguiram prestar a sua homenagem a Nossa Senhora dos Navegantes.

Às 10h, ocorreu a missa campal na Igreja Nossa Senhora dos Navegantes celebrada pelo arcebispo de Porto Alegre, dom Jaime Spengler. Depois da celebração, o público pode chegar próximo à imagem de Nossa Senhora dos Navegantes. Às 20h, soldados do 11º Batalhão de Polícia Militar retornarão com a imagem de Nossa Senhora dos Navegantes ao seu local de origem, no interior do santuário.

Entre as autoridades que participaram da procissão terrestre estavam o prefeito José Fortunati, o secretário de Direitos da Justiça e Humanos, Fabiano Pereira, o presidente da Câmara de Vereadores, professor Garcia, e o ex-governador Olívio Dutra. O governador Tarso Genro que havia confirmado presença na procissão não compareceu ao evento.

A procissão fluvial pelo lago Guaíba começou às 8h, na Colônia de Pescadores Z-5, na Ilha da Pintada, com cerca de 80 barcos. As embarcações se deslocaram para a orla da Usina da Gasômetro, onde às 9h foi realizada uma celebração, com bênção aos barcos convidados. Às 9h15min, a procissão saiu em direção a ponte do Guaíba e depois retornou com a imagem da santa para a Ilha da Pintada.

Bookmark and Share


Fonte: Cláudio Isaías / Correio do Povo





» Tags:Geral Navegantes

O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.