Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
13º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/02/2014 14:44

Milhares de pessoas protestam em Paris contra casamento gay e "teoria do gênero"

No início da manifestação a polícia deteve 12 militantes

Milhares de opositores ao casamento gay ou à "teoria do gênero" protestavam neste domingo em Paris, em uma nova demonstração de força que revela o fortalecimento do conservadorismo na França.

Em um ato "pela família e pelas crianças", os manifestantes começaram a se reunir no início da tarde no centro de Paris. Os organizadores previam o comparecimento de dezenas de milhares de participantes. Em outras partes da França, principalmente em Lyon, manifestações também estavam sendo realizadas.

"Hollande, não queremos a sua lei!", gritava a multidão, composta principalmente de católicos tradicionalistas, mas também de muçulmanos ultraconservadores. Os manifestantes exibiam uma faixa com o lema: "Família: educação, solidariedade, dignidade".

Logo no início da manifestação na capital francesa, a Polícia deteve 12 militantes de um pequeno grupo de extrema direita no momento em que eles se preparavam para se juntar a uma passeata.

Após as mobilizações de novembro de 2012 contra o casamento homossexual, uma parcela mais conservadora da população francesa vê o casamento entre pessoas do mesmo sexo como uma ameaça à sociedade e teme a liberação da procriação medicamente assistida (PMA) para os casais de mulheres, a legalização das "barrigas de aluguel" e a pretensa "teoria do gênero".

O governo do presidente socialista François Hollande não prevê esses projetos, mas os assuntos geram um clima que alguns observadores consideram "repugnante" na França.

Bookmark and Share


Fonte: AFP







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.