Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 03/02/2014
  • 12:13
  • Atualização: 12:37

Empresas de ônibus anunciam que rodoviários terão dias de greve descontados

Trabalhadores também não tiveram o contrato do plano de saúde renovado

Rodoviários também não tiveram o contrato do plano de saúde renovado | Foto: Samuel Maciel

Rodoviários também não tiveram o contrato do plano de saúde renovado | Foto: Samuel Maciel

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Sindicato das Empresas de Ônibus de Porto Alegre (Seopa) anunciou nesta segunda-feira que os rodoviários terão os dias de paralisação descontados dos seus salários. A Seopa argumenta a decisão pelo não cumprimento por parte dos trabalhadores do acordo assinado no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) na última quinta.

• Fortunati pede nova audiência entre empresários e rodoviários no TRT

Além disso, as empresas decidiram não renovar o contrato com o plano de saúde dos trabalhadores, que se encerrou no dia 31 de janeiro. No acordo no TRT, a Seopa tinha se comprometido em prorrogar esse contrato durante o período de negociação com os rodoviários.

O Sindicato dos Trabalhadores em empresas de transporte coletivo urbanos de passageiros de Porto Alegre (STETPOA) aguarda nova reunião para se manifestar.

Com a greve geral, nenhum ônibus circulou pela manhã em Porto Alegre. Em frente às garagens os trabalhadores ficaram reunidos. Na Carris, integrantes do Bloco de Luta pelo Transporte também estiveram presentes, sentados em frente ao portão de onde saem os ônibus. Enquanto esperavam por um posicionamento, muitos trabalhadores improvisaram. Alguns montaram redes e tiraram um cochilo. Outros ficaram deitados nas gramas em frente à empresa.


Bookmark and Share