Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

  • 04/02/2014
  • 18:19
  • Atualização: 18:55

EPTC orienta população a denunciar lotações e vans que cobrarem mais de R$ 4

Acordo reduziu valor no início da tarde, mas ainda há relatos de cobrança de R$ 4,20

Acordo reduziu o valor da passagem em lotações enquanto durar a greve dos rodoviários | Foto: Paulo Nunes / CP

Acordo reduziu o valor da passagem em lotações enquanto durar a greve dos rodoviários | Foto: Paulo Nunes / CP

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Está valendo desde o começo da tarde desta segunda o acordo entre a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Sindicato dos Proprietários de Veículos Escolares de Porto Alegre e a Associação dos Transportes de Passageiros Por Lotação de Porto Alegre (ATL) que o valor da tarifa seja de R$ 4, enquanto durar a greve dos rodoviários. Porém, persistem os relatos de cobrança do valor antigo, de R$ 4,20, na Capital.

O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, explica que se algum passageiro for coagido a pagar além dos R$ 4, deve ligar para os telefones 156 ou 118 a fim de que os agentes se desloquem e tomem providências sobre o caso. “Vamos orientar novamente o condutor e provocar a devolução do dinheiro cobrado a mais”, afirmou.

Cappellari explica que em razão da negativa de acordo pelos rodoviários, foi definido que as lotações e vans podem andar pelos corredores de ônibus e devem cobrar R$ 4. A redução no valor da passagem, favorece o troco e também representa uma forma de minimizar os gastos dos passageiros pela ausência de ônibus circulando na cidade.

Bookmark and Share