Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

05/02/2014 19:36 - Atualizado em 05/02/2014 20:13

Estação registra mais de 41°C em Porto Alegre nesta quarta-feira

Taquara teve registros ainda mais extremos com 44°C durante a tarde

Estação registra mais de 41°C em Porto Alegre nesta quarta-feira<br /><b>Crédito: </b> Bruna Cabrera/Especial CP
Estação registra mais de 41°C em Porto Alegre nesta quarta-feira
Crédito: Bruna Cabrera/Especial CP
Estação registra mais de 41°C em Porto Alegre nesta quarta-feira
Crédito: Bruna Cabrera/Especial CP

O calor extremo que atinge o Rio Grande do Sul garantiu registro de temperaturas máximas rarissimas por todos os pontos do Estado. Estação da rede Metroclima na zona Norte de Porto Alegre apontou 41,2°C como a máxima desta quarta-feira. De acordo com a MetSul Meteorologia, Taquara experimentou tórridos 44°C.

• Consumo de energia bate recorde no Sul por causa do calor

As máximas podem atingir picos históricos na sexta, quando há chance de recordes em cidades da Grande Porto Alegre. No fim de semana, o forno não dará trégua. Podem ser esperadas máximas de 40ºC a 42ºC na Capital e na Grande Porto Alegre, à sombra. No Vale do Paranhana, pela geografia local, não são descartadas máximas de 43ºC ou 44ºC, talvez atingindo 45ºC em alguns pontos. São marcas capazes de afetar a saúde. Hidrate-se bastante, evite o sol e atente para pessoas com saúde frágil.

O clínico geral, Leonardo Fernandez, chefe da emergência adulta da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, explica que o calor elevado pode acarretar a hipertemia, que é o aumento da temperatura do corpo. Por isso, é preciso diminuir a exposição nos maiores períodos de calor. “Usar roupas frescas, se possível bermuda, sandália, enfim, minimo de roupa possível, dentro da realidade de cada trabalhador. Evitar transitar na rua no período de maior intensidade térmica”, recomenda.

Conforme o médico, é aconselhável não fazer exercícios nas primeiras horas da manhã, principalmente para hipertensos e cardiopatas, sob risco de infarto e derrame. “Às vezes, as pessoas querem fugir do calor e escolhem o período das 7h ou 8h da manhã, mas não é um bom horário”, explica, dizendo que o ideal é se exercitar do fim da tarde em diante.

Bookmark and Share



Fonte: Correio do Povo





» Tags:Calor Geral


O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.