Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 06/02/2014
  • 09:27
  • Atualização: 12:53

Esquartejador de cartel mexicano "Os Cavaleiros Templários" é detido

Jesús Sánchez, 47 anos, confessou ter degolado ao menos seis pessoas

  • Comentários
  • AFP

Autoridades mexicanas prenderam no estado de Michoacán, no oeste do país, um integrante do cartel  "Os Cavaleiros Templários" chamado de "Chucho, o esquartejador". Ele confessou ter degolado ao menos seis pessoas, informou na quarta-feira o governo. Jesús Sánchez, de 47 anos, foi detido no reduto templário de Apatzingan, onde "atacou com arma de fogo os agentes das forças federais", declarou a secretaria de Governo (Interior) em um comunicado.

Na prisão, foram apreendidos uma arma de fogo, um carregador e várias doses da suposta droga crystal. Sánchez confessou ter realizado "múltiplos assassinatos", detalhou um funcionário do governo de Michoacán que pediu o anonimato.

A ação se soma às detenções de mais de 128 membros do crime organizado, entre eles dois líderes dos Templários, desde que em janeiro o governo decidiu reforçar a operação de segurança em Michoacán em virtude do aumento da violência entre o cartel e as milícias conhecidas como autodefesas.

As autodefesas pegaram em armas há quase um ano para se defender, segundo elas, das extorsões e sequestros dos narcotraficantes. Há uma semana, o governo assinou um acordo com representantes destes grupos para que sejam legalizados e se integrem aos grupos de Defesa Rurais do exército.

Já nos municípios de Gabriel Zamora e La Huacana, também em Michoacán, as forças de segurança apreenderam 19 armas de fogo, 2.452 cartuchos, 88 carregadores e quatro veículos após um tiroteio com homens armados que não deixou vítimas, informou a secretaria.

Supostamente, o arsenal pertence a pistoleiros de Mario Romero, conhecido como "El Tucán", um dos líderes dos Templários, segundo a fonte do governo de Michoacán.

Bookmark and Share