Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 06/02/2014
  • 17:50
  • Atualização: 18:46

Seis barracões de escolas de samba da Capital seguem interditados

Instalações foram reprovadas pelo 1º Comando Regional de Bombeiros durante vistoria no Porto Seco

  • Comentários
  • Correio do Povo

Os barracões das escolas de samba Embaixadores do Ritmo, Vila Isabel, Império do Sol, Unidos do Capão, Academia de Samba Praiana e Acadêmicos de Niterói permanecem interditados. As instalações foram reprovadas pelo 1º Comando Regional de Bombeiros (1º CRB) durante vistoria no Complexo Cultural Porto Seco, na zona Norte de Porto Alegre, nesta quinta-feira.

Os dirigentes das entidades carnavalescas prometeram realizar as intervenções necessárias até o início da manhã desta sexta-feira. De acordo com os bombeiros, há necessidade de adequações no espaço físico, com implantação de saídas de emergência, ampliação da porta frontal para possibilitar a saída das alegorias e a colocação de extintores de incêndio, entre outras exigências.

A expectativa é de que uma nova vistoria seja realizada nesta sexta. O presidente da Liga das Escolas de Samba de Porto Alegre (Liespa), Juarez Gutierres, ressaltou que não há risco de atraso nos desfiles. No entanto, adiantou que as escolas de samba do Grupo de Acesso irão desfilar no dia 3 de março e não mais em 21 de fevereiro, como fora programado anteriormente. Por outro lado, assegurou que a Muamba Oficial acontecerá no dia 22.

Bookmark and Share
 


TAGS » Carnaval, Porto Seco