Porto Alegre, quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

  • 06/02/2014
  • 23:21
  • Atualização: 23:27

PM prende 28 por vandalismo durante protesto no Rio de Janeiro

Grupo invadiu Central do Brasil e queimou banheiros químicos antes de polícia intervir

PM prende 28 por vandalismo durante protesto no Rio de Janeiro | Foto: Agência Brasil / CP

PM prende 28 por vandalismo durante protesto no Rio de Janeiro | Foto: Agência Brasil / CP

  • Comentários
  • Agência Brasil

A Polícia Militar (PM) prendeu 28 manifestantes que participavam de um protesto contra o aumento das passagens de ônibus na Central do Brasil. O grupo foi colocado em um micro-ônibus da PM e levado para a 19ª Delegacia de Polícia. O protesto começou pacífico às 18h30min, como a manifestação realizada em Porto Alegre. Depois de percorrerem a avenida Presidente Vargas até a Central do Brasil, parte do grupo gerou grande tumulto, quando invadiram o prédio da central e forçaram a liberação das roletas.

Policiais da tropa da choque intervieram atirando bombas de gás com o objetivo de esvaziar a estação, de onde partem todos os ramais de trem da capital fluminense. Em alguns momentos do confronto, os manifestantes jogaram pedras contra os policiais, que responderam com bombas de gás e golpes de cassetetes.

Do lado de fora da central, participantes do protesto fizeram uma grande fogueira com banheiros químicos e derrubaram um dos portões de acesso à estação. Pontos de ônibus foram quebrados. Várias pessoas que tentavam embarcar nos trens passaram mal por causa das bombas de gás lacrimogênio e precisaram ser atentidas por equipes de emergência.

O tumulto se espalhou para as ruas vizinhas, com os manifestantes colocando fogo em pilhas de lixo no meio da rua, o que forçou a interrupção do trânsito de veículos na região. Os policiais continuaram a conter os participantes dos atos de vandalismo para liberar as vias.

Bookmark and Share