Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 07/02/2014
  • 07:27
  • Atualização: 09:35

Apple compra US$ 14 bilhões das próprias ações em duas semanas

Empresa foi surpreendida com a queda na no mercado provocada pelos resultados trimestrais

  • Comentários
  • AFP

A Apple comprou 14 bilhões de dólares de suas próprias ações nas últimas duas semanas, informou o CEO da empresa, Tim Cook, em uma entrevista ao Wall Street Journal. Ele disse que a empresa foi surpreendida com a queda de suas ações, provocada pelos resultados trimestrais, e aproveitou a oportunidade.

Incluindo os papéis comprados depois da divulgação dos resultados em 27 de janeiro, a empresa adquiriu mais de 40 bilhões de dólares de suas próprias ações. Vendas recorde do iPhone e do iPad impulsionaram os resultados trimestrais da Apple a recordes históricos, mas as ações perderam valor ante preocupações com lucros menos intensos no futuro, em meio a um mercado disputado de smartphones.

A empresa anunciou um lucro de 13,1 bilhões de dólares com um volume de negócios de US$ 57,6 bilhões no quarto trimestre de 2013, graças em grande parte à venda de 51 milhões de iPhones. O resultado foi similar ao registrado pela Apple no mesmo trimestre de 2012, quando o volume de negócios foi de 54,5 bilhões de dólares.

A recompra de ações seria parte de um plano previamente anunciado pela Apple para restituir 100 bilhões de dólares aos investidores, 60 bilhões deles com a recompra de ações. Cook disse que a medida mostra que a Apple aposta na própria empresa. As ações da companhia caíram 8% um dia depois do anúncio do resultado trimestral.

Bookmark and Share