Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

  • 07/02/2014
  • 22:32
  • Atualização: 22:40

Corsan manda caminhões-pipa para áreas sem água há dez dias em Viamão

Segundo a Companhia, problema decorre de consumo elevado e baixa nos reservatórios

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Embora a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) garanta que o abastecimento em Viamão, Alvorada, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí e Sapucaia do Sul já tenha sido normalizado, parte da população de Viamão ainda tenta sobreviver ao calor de mais de 40ºC sem água. Na tarde desta sexta-feira, após quase dez dias de desabastecimento constante, cinco caminhões-pipa foram deslocados para minimizar o sofrimento dos moradores da Estrada da Pororoca, na divisa com Porto Alegre.

De acordo com a Corsan, a falta d'água na região ocorre em locais pontuais por duas razões: pouca água nos reservatórios, ainda decorrente das interrupções no fornecimento de energia elétrica, associada ao consumo elevado. A Companhia não quantifica o total de moradores afetados pela falta d'água. Segundo a assessoria de imprensa, não há como fazer esse calculo, já que parte das casas tem caixa d'água.

Nessa quinta-feira, a Justiça deferiu uma liminar permitindo que a Prefeitura de Viamão rompa o contrato com a Corsan pelo fato de a estatal não realizar o atendimento de esgotamento sanitário, conforme prevê o contrato.


Bookmark and Share