Correio do Povo

Porto Alegre, 16 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
26ºC
Amanhã
19º 29º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/02/2014 19:55 - Atualizado em 09/02/2014 20:02

Policial morto em Livramento tentou avisar colegas que estava sendo atacado

Rogério Corrêa Alves, de 29 anos, foi assassinado a tiros por volta das 6h

O policial da Brigada Militar, Rogério Corrêa Alves, de 29 anos, assassinado no começo da manhã deste domingo em Santana do Livramento, na Fronteira Oeste do Estado, chegou a pedir reforço de uma patrulha móvel do 190 antes antes de sofrer os disparos de sua própria arma de um dos cinco homens que lhe atacou.

Rogério foi assassinado a tiros por volta das 6h deste domingo, na Rua Daltro Filho, na saída de um baile funk, a pouco mais de 500 metros do Clube dos Cabos e Soldados da Brigada Militar. O PM seguia de moto em direção à residência do seu pai quando foi vítima de um grupo que saiu do baile brigando e atacando motoqueiros. Ele chegou a pedir reforço de uma patrulha móvel pelo 190, mas o grupo começou a atacá-lo e um dos criminosos conseguiu roubar a arma e atirar contra o policial.

Cinco homens foram presos. Um deles, de 20 anos, confessou a autoria dos disparos e foi preso em flagrante. Após o crime, o jovem fugiu e invadiu uma residência nas imediações do Cemitério Público Municipal. Na tentativa de despistar os policiais, trocou a camiseta por uma outra roupa que furtou de um varal. Ao jogar-se de um muro, o criminoso acabou caindo e fraturando o maxilar. Ele foi internado na Santa Casa de Misericórdia, onde será submetido a cirurgia.

Um clima de grande consternação tomou conta da corporação em Livramento. Dezenas de policiais militares se concentraram na frente da Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), onde a delegada Giovana Muller realizava as oitivas com os envolvidos no crime.

Rogério Corrêa Alves integrava a Patrulha Escolar, dando palestras nas escolas. Ele era casado e deixou uma filha de 7 anos. O corpo está sendo velado no 2º Regimento de Polícia Montada e será sepultado às 9h desta segunda-feira no Cemitério Público Municipal.

Bookmark and Share

Fonte: Jango Medeiros / Correio do Povo







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.