Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 10/02/2014
  • 13:39
  • Atualização: 13:40

Advogado promete apresentar hoje nome de segundo suspeito de arremessar rojão

Jonas Tadeu Nunes defende o manifestante Fábio Raposo, preso no último domingo

  • Comentários
  • Agência Brasil

O advogado Jonas Tadeu Nunes, que defende o manifestante Fábio Raposo, 22 anos, preso no Complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio de Janeiro, está sendo aguardado na 17ª Delegacia de Polícia, em São Cristóvão, na zona Norte da cidade.

Por telefone, ele confirmou que apresentará, ainda hoje à polícia o nome do segundo suspeito envolvido no arremesso do explosivo que atingiu o cinegrafista da Band durante a manifestação contra o aumento das passagens de ônibus municipais na última quinta-feira. O profissional teve morte cerebral.

Fábio Raposo identificou o suspeito de ter acendido o rojão, de acordo com o advogado. Fábio garantiu que ele e o suspeito não são ligados ao movimento Black Bloc.

O manifestante foi preso ontem na casa dos pais. Depois de prestar depoimento na 17ª DP ele foi levado para a cadeia pública Juíza Patrícia Lourival Acioli, em São Gonçalo, na região metropolitana, e hoje foi transferido para Gericinó. No sábado, Fábio se apresentou à polícia, confirmou ter entregue o explosivo para outra pessoa e foi liberado.  

Bookmark and Share