Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

  • 10/02/2014
  • 20:56

Assembleia define rumos da greve dos rodoviários

Queda de luz chegou a interromper discussões por cerca de dez minutos

  • Comentários
  • Rádio Guaíba e Correio do Povo

Após começar com quase uma hora de atraso, a assembleia do Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre foi interrompida pouco mais de 20 minutos depois de ter iniciado, em razão de uma queda de luz no ginásio Tesourinha, que recebe centenas de rodoviários. A paralisação durou aproximadamente 15 minutos.

A falta de luz ocorreu quando o representante da comissão de negociação Alceu Weber falava. Segundo ele, foi um erro ter permitido que a greve tenha entrado na ilegalidade – o que gerou uma multa milionária ao sindicato. Weber chegou a ser vaiado por parte dos presentes.

A proposta que será votada na assembleia é a que prevê 7,5% de reajuste, vale-alimentação de R$ 19, extinção gradual do banco de horas e manutenção do plano de saúde, com contribuição de R$ 10. Os dias paralisados serão descontados gradualmente ou compensados pelos trabalhadores. “Em toda negociação haverá perdas e ganhos”, comentou Weber, à Rádio Guaíba. Inicialmente os rodoviários reivindicavam 14% de aumento.

Bookmark and Share