Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 11/02/2014
  • 08:19
  • Atualização: 08:26

Operação contra a máfia prende 26 pessoas nos EUA e na Itália

Mais 40 estão sendo investigadas pela operação, denominada New Bridge

  • Comentários
  • Agência Brasil

Vinte e seis pessoas acusadas de pertencer à Ndrangheta, a máfia da região italiana da Calábria, e a famílias mafiosas dos Estados Unidos, foram presas em operação coordenada pela polícia italiana e pela polícia federal norte-americana (FBI). Fontes policiais italianas comunicaram a detenção de 18 pessoas em várias cidades do país e de oito nos Estados Unidos, adiantando que mais 40 estão sendo investigadas pela operação, denominada New Bridge (Nova Ponte).

De acordo com as autoridades, a operação desmantelou uma rede que a Ndrangheta havia criado com famílias mafiosas norte-americanas e narcotraficantes sul-americanos para gerir o tráfico de drogas em todo o Continente Americano e na Itália. Nas investigações, coordenadas pelos dois países e que duraram dois anos, foi vital a participação de um agente do FBI infiltrado nas famílias mafiosas norte-americanas, que revelou os detalhes da conexão com a Ndrangheta, adiantaram as autoridades.

Segundo os meios de comunicação, entre os detidos em Nova Iorque encontram-se integrantes da histórica família mafiosa Gambino. Na Itália, foram presos membros das famílias Ursino e Simonetta. Os investigadores informaram que a operação mostrou que há muito tempo a Ndrangheta tentava conquistar nos Estados Unidos o controle das atividades ilegais que, durante anos, pertenceu à Cosa Nostra, a máfia siciliana.

*Com informações da Agência Lusa

Bookmark and Share