Correio do Povo

Porto Alegre, 28 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
6ºC
Amanhã
10º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Geral > Saúde

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

11/02/2014 14:44 - Atualizado em 11/02/2014 15:03

Porto Alegre registra o primeiro caso de dengue autóctone em 2014

Caso foi registrado em morador do bairro Santa Tereza

O coordenador-adjunto da Vigilância em Saúde de Porto Alegre, Anderson Lima, confirmou nesta terça-feira  que Porto Alegre registrou o primeiro caso de dengue autóctone do ano. A revelação foi feita durante reunião da Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) da Câmara Municipal, convocada para esclarecer o trabalho da Vigilância Sanitária no controle de zoonoses e na fiscalização de epidemias. Segundo Lima, o caso comprovado de dengue foi registrado num morador do bairro Santa Tereza, preocupando as autoridades da saúde, fazendo com que a Vigilância Sanitária redobre os cuidados.

“A dengue autóctone é aquela contraída dentro do próprio território” destacou, revelando que as equipes trabalham o ano todo no controle, visitando casas e distribuindo material com orientações quanto à prevenção destes casos. Lembra que no ano passado a Secretaria Municipal da Saúde precisou contar com o apoio da Justiça para remover um depósito de restos de construções localizado no bairro Partenon. “Um verdadeiro criatório do mosquito da dengue. De lá retiramos mais de 70 caminhões com restos de materiais, principalmente vasos sanitários velhos com depósito de água”, salientou.

Outro dado importante revelado pelos técnicos da Vigilância é quanto às regiões com maior possibilidade de se desenvolver o mosquito. Segundo eles, o Partenon e as vilas Bom Jesus e São José nos últimos anos têm registrado focos. Ele elencou uma série de ações comunitárias de desratização e vacinação parasitária nos bairros e vilas da cidade, esclarecendo que as equipes quando são chamadas realizam um criterioso levantamento local, batendo de casa em casa para verificar a saúde dos animais.

O agente de fiscalização Vitorino Mesquita revelou outro caso que tem movimentado o trabalho dos técnicos. Trata-se da descoberta de morcegos portadores de doenças como a raiva. “Só neste ano descobrimos dois casos que exigiram intervenção no Centro Histórico e no bairro Santana”, assinalou.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.