Porto Alegre, sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

  • 11/02/2014
  • 17:22
  • Atualização: 17:23

Falta de quórum na AL mantém impasse sobre veto a pedágio único no RS

Projeto de lei foi aprovado pelo parlamento no ano passado, autorizando a cobrança

  • Comentários
  • Voltaire Porto/Rádio Guaíba

A oposição ao governo do Estado retirou o quórum e com isso, a sessão plenária foi cancelada. Desde o fim do recesso parlamentar, esta é a segunda vez que isso ocorre. A estratégia foi adotada em razão dos deputados adversários ao governo não possuírem a quantidade suficiente de votos para derrubar o veto do Executivo sobre o projeto de lei, aprovado pelo parlamento no ano passado, autorizando a cobrança de tarifa única de pedágio em rodovias gaúchas, dentro de um mesmo dia. O texto, com isso, segue trancando a pauta da Assembleia.

O deputado Carlos Gomes (PRB), proponente da matéria, reiterou que, mesmo que pertença à base governista, é incoerente acatar qualquer orientação do Palácio Piratini para contrariar um projeto que partiu do gabinete dele.

"O que eu esperava do poder Executivo era pelo menos alguma alternativa, como por exemplo estabelecer a redução do limite, de 24 horas para 12 horas. O projeto foi aprovado como estava e vou manter minha posição para uma iniciativa que é um benefício ao povo gaúcho", declarou Gomes.

O líder da bancada do PT, Edegar Pretto, confirmou que a intenção dos aliados é manter o veto do governador ao projeto. Pretto aproveitou para ironizar afirmando que mesmo perdendo parceiros importantes como PSB e PDT os aliados de Tarso estão unidos e hoje são a maioria.

Bookmark and Share