Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 11/02/2014
  • 22:21
  • Atualização: 22:24

Envolvidos na morte de Santiago são “mimados”, diz Paes

“Eles precisam ficar na cadeia por muito tempo”, defendeu prefeito do Rio

  • Comentários
  • AE

Em discurso nesta terça-feira, durante evento em Realengo, na zona Oeste do Rio, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), chamou de "filhinhos de papai mimados" os rapazes envolvidos na explosão do rojão que matou o cinegrafista Santiago Andrade.

Ao criticar a violência nas manifestações, o prefeito afirmou que "desta vez foi um bando de filhos de papai mimados" que destruiu a vida de uma pessoa. "Eles precisam ficar na cadeia por muito tempo. Precisamos é de menos impunidade no Brasil e no Rio de Janeiro. Protesto faz parte, o que não pode acontecer é sair na rua tirando seus recalques, atacando os outros com violência", disse Paes.

Um dos suspeitos apontados pela polícia como responsáveis pela explosão mora em Nilópolis, na Baixada Fluminense, e trabalha como auxiliar de limpeza em um hospital estadual. Outro é tatuador e mora no Méier, na zona norte do Rio.

Bookmark and Share