Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
15º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

12/02/2014 09:16 - Atualizado em 12/02/2014 09:24

Sindicato dos Correios sugere realocação de funcionários

Tribunal Superior do Trabalho cobrou que 40% do efetivo nas unidades esteja trabalhando

O Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos (Sintect-RS) sugere que as empresas remanejem os servidores que não estão paralisados por causa da greve. Uma ordem do Tribunal Superior do Trabalho (TST) cobra que pelo menos 40% do efetivo esteja trabalhando. Em pelo menos 16 das 576 unidades no Rio Grande do Sul, a medida não é cumprida.

A multa, nesses casos, é de R$ 50 mil por dia. Conforme o diretor de Assuntos Jurídicos do Sindicato, Rodrigo Alves, em algumas unidades há 90% dos trabalhadores. Já em outras, apenas 10% estão entregando as correspondências. Segundo ele, normalmente durante o ano, os trabalhadores são deslocados para atender as regiões que têm menos funcionários.

Os Correios garantem, citando um levantamento de hoje, que a adesão geral à greve caiu de 13% para 12% — o equivalente a 1041 pessoas de um total de 8,6 mil. Todas as agências seguem abertas e os serviços, inclusive o Sedex, disponíveis — com exceção dos serviços de entrega com hora marcada em algumas localidades.

Ontem, os trabalhadores decidiram continuar em greve e marcaram mais uma assembleia para as 13h30min desta quarta-feira. Hoje, a paralisação completou 14 dias. Os trabalhadores entraram em greve exigindo, além da manutenção gratuita do plano CorreiosSaúde, reembolso-creche, implantação da entrega matutina, e manutenção da mesa de negociações.


Bookmark and Share


Fonte: Jerônimo Pires/Rádio Guaíba





» Tags:Greve Correios


O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.