Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 12/02/2014
  • 10:12
  • Atualização: 10:13

Inadimplência do consumidor cresce em janeiro, apura Serasa

Apesar da alta em relação à dezembro, índice é 4% menor na comparação com o mesmo período de 2013

  • Comentários
  • AE

O Indicador de Inadimplência do Consumidor, divulgado nesta quarta-feira, pela Serasa Experian, subiu 1,1% em janeiro ante dezembro, registrando a quarta alta mensal consecutiva. Na comparação com janeiro de 2013, houve queda de 4%, oitavo recuo seguido nessa base de comparação anual.

As dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e energia elétrica), com avanço de 2,7%, foram as principais responsáveis pela alta do indicador. Os títulos protestados cresceram 23,8%, enquanto a inadimplência com bancos encolheu 0,7% e os cheques sem fundos recuaram 0,4%.

Os economistas da Serasa Experian, em nota divulgada, ressaltam que as quedas nas comparações interanuais vêm cada vez mais fracas nos últimos quatro meses. Passaram de -11,9% em outubro para -10,3% em novembro, -6,5% em dezembro e -4% em janeiro. "Isto sinaliza que a trajetória de declínio da inadimplência do consumidor, constituída a partir do último trimestre de 2012, pode estar se encaminhando para uma conjuntura de estabilidade", afirmam.

A desaceleração, segundo os economistas, se deve ao aumento dos juros, fraco crescimento da economia, à inflação perto do teto da meta e à diminuição do ritmo de criação de vagas no mercado formal de trabalho.


Bookmark and Share