Correio do Povo

Porto Alegre, 28 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
11ºC
Amanhã
12º 25º


Faça sua Busca


Notícias > Economia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

12/02/2014 15:50 - Atualizado em 12/02/2014 18:10

Mitsubishi oficializa investimentos de R$ 20 mi na fábrica de elevadores em Guaíba

Meta é passar a produzir 250 elevadores por mês em 2015 e chegar ao triplo da produção em 2 anos

Tarso Genro recebe a delegação da Mitsubishi no Palácio Piratini<br /><b>Crédito: </b> Caroline Bicocchi / Palácio Piratini / Divulgação / CP
Tarso Genro recebe a delegação da Mitsubishi no Palácio Piratini
Crédito: Caroline Bicocchi / Palácio Piratini / Divulgação / CP
Tarso Genro recebe a delegação da Mitsubishi no Palácio Piratini
Crédito: Caroline Bicocchi / Palácio Piratini / Divulgação / CP

A Mitsubishi oficializou investimentos de R$ 20 milhões ainda em 2014 para modernizar o parque industrial de elevadores que adquiriu em setembro do ano passado em Guaíba, na região Metropolitana. A multinacional japonesa se fundiu à LG Tech que já tinha planta instalada, há oito anos, no município. A meta é passar a produzir 250 elevadores por mês no ano que vem e chegar ao triplo da produção em dois anos.

Conforme o presidente do grupo resultante da fusão - Melco Brasil -, a expectativa é pela formação de mão-de-obra especializada e criação de empregos a partir do ano que vem. Lauro Galdino garante que a expansão da planta vai se iniciar em breve. “Ao longo desse ano vamos remodelar a fábrica num terreno de 9 mil hectares”.

O presidente do Badesul, Marcelo Lopes, ressaltou que o grupo japonês já investe na Engevix no Porto de Rio Grande e na Kirin, fábrica de cervejas com atuação no RS. A expectativa é que os empresários asiáticos possam investir em outras áreas do Estado. “Quando estivemos no Japão, apresentamos o Rio Grande do Sul para todas as divisões da empresa e há uma série de oportunidades em aberto. Ao longo do tempo, vamos tentar consolidar novos investimentos”, ressaltou.

No mesmo dia em que o Piratini reforçou o apelo para que o projeto que renegocia o passivo dos estados seja votado no Senado, o governador Tarso Genro ressaltou o bom desempenho das exportações gaúchas, mas disse que o Estado só vai conseguir crescer se a dívida for negociada. “A situação do Estado, mesmo que dramática, em termos relativos, tem melhorado até porque a arrecadação tem aumentado. Nosso maior problema é reestruturar a dívida para que os investimentos não sejam apenas um desafogo”, sustentou.

Empresários e secretários encerraram o ato de anúncio com o tradicional "Kagami-Biraki", tradição japonesa de quebrar um barril de saquê, o que representa um brinde a resultados positivos.

Bookmark and Share



Fonte: Samantha Klein/Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.