Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
15º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

12/02/2014 18:38 - Atualizado em 13/02/2014 08:13

Em nota, PP diz que não concorda com manifestação de Heinze

Deputado gaúcho relacionou “quilombolas, índios, gays e lésbicas” a “tudo o que não presta”

Heinze fez manifestações preconceituosas em audiência pública<br /><b>Crédito: </b> Gustavo Lima / Câmara / CP
Heinze fez manifestações preconceituosas em audiência pública
Crédito: Gustavo Lima / Câmara / CP
Heinze fez manifestações preconceituosas em audiência pública
Crédito: Gustavo Lima / Câmara / CP

O PP divulgou uma nota no final da tarde desta quarta-feira a respeito das declarações do deputado federal Luís Carlos Heinze, que criticou índios, quilombolas e gays durante audiência pública da Câmara dos Deputados realizada no fim do ano passado, em Vicente Dutra, no Norte do Estado. O vídeo foi bastante compartilhado nesta quarta-feira.

As manifestações do deputado, porém, não tiveram respaldo no partido, conforme nota assinada pelo presidente na sigla no Estado, Celso Bernardi. “ O PP não tem qualquer compromisso com o erro ou manifestação infeliz que por certo ocorre também com integrantes de outros partidos. As opiniões divergentes ocorrem, muitas vezes, entre membros da própria família, como acontecem, também, entre os membros dos partidos políticos”, diz a nota.

No vídeo, Heinze relacionou de forma bem clara “quilombolas, índios, gays e lésbicas” a “tudo o que não presta”. No mesmo vídeo, o deputado federal Alceu Barbosa (PMDB) defendeu o direito à propriedade. 

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo





» Tags:Política


O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.