Correio do Povo

Porto Alegre, 17 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
18º 25º


Faça sua Busca


Notícias > Geral > País

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

14/02/2014 19:54 - Atualizado em 14/02/2014 19:55

Maioria dos estados economizaram acima da média com horário de verão

Operador Nacional do Sistema Elétrico divulgou os dados nesta sexta-feira

A maiora dos estados economizou energia acima da média de consumo nacional, de 4,1%, na demanda do horário de ponta nos 120 dias de vigência do horário de verão. A informação é do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Uma exceção foi Minas Gerais, um dos grandes centros consumidores do Brasil, que, com uma economia de 4%, o que equivale a 319 megawatts (MW), registrou consumo abaixo da média nacional.

Goiás foi, percentualmente, o que menos economizou energia na demanda do horário de ponta: 3,5% - o equivalente a 72 MW. O Rio de Janeiro - também um dos grandes centros consumidores – foi o segundo estado que menos economizou energia percentualmente: 3,8%, embora tenha sido o segundo maior estado em volume de demanda economizada – 300 MW.

O maior centro consumidor de energia elétrica do País, o estado de São Paulo, foi o que mais reduziu o consumo: 1.027 MW, o equivalente a 4,8% - 0,7 ponto percentual acima da demanda média do sistema.

Em volume, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina - todos no Subsistema Sul – também registraram uma redução de consumo significativa no horário de ponta: 270 MW (4,3%); 205 MW (também 4,3%); e 175 MW (4,4%), respectivamente.

Como um todo, o Subsistema Sudeste/Centro Oeste economizou 1.915 MW (4,1%) e o Sul 650 MW (4,3%).

Bookmark and Share



Fonte: Agência Brasil






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.