Porto Alegre, sábado, 29 de Novembro de 2014

  • 16/02/2014
  • 12:33
  • Atualização: 13:18

Jovem que provocou acidente fatal em Passo Fundo deixa a prisão

Mecânico Valdocir de Araújo era casado e deixa cinco filhos

Moto foi arrastada por vários metros | Foto: Lucas Cidade / Rádio Uirapuru / Divulgação / CP

Moto foi arrastada por vários metros | Foto: Lucas Cidade / Rádio Uirapuru / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Acácio Silva / Correio do Povo

Após ter sido autuado em flagrante por homicídio culposo de trânsito e fugido do local do acidente, onde causou a morte de Valdocir de Araújo, 47 anos, Tiago Marlon Chaves, 24 anos, foi liberado no início da madrugada deste domingo do presídio regional de Passo Fundo.

O advogado do acusado ingressou com um Habeas Corpus e a juíza plantonista, Lizandra Cericato Villaroel concedeu a liberdade provisória após o pagamento de fiança no valor de 20 salários mínimo – R$ 14.480,00.

O acidente ocorreu por volta das 6h40min de sábado, na avenida Presidente Vargas esquina com a rua Dr. João Vergueiro, na vila Rodrigues, onde o acusado dirigindo um Peugeot atingiu a moto Honda Lead pilotada pelo mecânico Valdocir de Araújo, 47 anos. Segundo a Brigada Militar, a moto atravessava a avenida quando foi atingida  pelo Peugeot. Com a violência do impacto, o condutor da moto foi arremessado contra a parede de um prédio e a moto foi arrastada por vários metros.

Valdocir de Araújo morreu na hora e Tiago Marlon Chaves fugiu do local. Porém, perdeu no local a placa dianteira do veículo. Com a placa, soldados pelo Pelotão de Operações Especiais-POE do 3º RPMon da Brigada Militar localizaram o veiculo na garagem da residência do acusado. A mãe dele liberou a entrada dos policiais, que encontram o corretor de imóveis escondido embaixo da cama. Ele apresentava sinais de embriagues, mas se negou a fazer o teste do bafômetro.

Mesmo assim, Tiago Marlon Chaves foi preso em flagrante e conduzido para a Delegacia de Pronto Atendimento da Policia Civil. Ele foi autuado em flagrante pela delegada de plantão, Raquel Kolberg por homicídio culposo e fuga do local.

O mecânico Valdocir de Araújo era casado e deixa cinco filhos.