Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 17/02/2014
  • 07:27
  • Atualização: 07:29

Especialistas dão dicas para fazer declaração de Imposto de Renda

Prazo para prestar contas à Receita Federal será aberto em março

  • Comentários
  • Correio do Povo

Faltando poucos dias para o início do prazo para fazer a declaração do Imposto de Renda 2014, que deve começar no início de março, os contribuintes já podem ir se preparando para o preenchimento do documento. Uma medida importante é evitar erros que podem levar à malha fina e encontrar o modelo que renderá o menor gasto ou a maior restituição ao contribuinte.

"Ainda que seja início de ano, o contribuinte já tem as informações do que operou (gastou, recebeu, rendimentos) em 2013. Por isso tem como levantar os dados", observa o consultor tributário da IOB Folhamatic EBS, Antonio Teixeira.
A gerente operacional e especialista de IR da MG Contécnica, Juliana Fernandes, diz que fazer a declaração cedo acelera a restituição e facilita a escolha da melhor forma de declarar para quem tem imposto a pagar. "Nos casos em que o contribuinte tenha restituição, o quanto antes ele fizer a entrega, mais rápido receberá a sua restituição. Para quem tem imposto a pagar, quanto antes iniciar o preenchimento da declaração, mais tempo terá para analisar a melhor alternativa para o seu caso", explicou.

O primeiro passo é encontrar a declaração de 2013, referente aos gastos de 2012, para usar como referência no preenchimento do IR desde ano. Com a versão digital, o contribuinte importará dados do ano anterior como a fonte pagadora e os dependentes, e só precisará preencher os valores deste ano. É preciso conferir se nada mudou nos campos e ter os documentos referentes a 2013 para não errar os detalhes.

Neste ano, pela primeira vez será possível ter uma declaração pré-preenchida pela Receita Federal com todas as operações feitas no CPF do contribuinte. Com isso, não será preciso nem preencher os valores na declaração, apenas acrescentar o que estiver faltando e conferir os dados apresentados. O serviço, no entanto, é válido somente para quem tiver certificado digital, uma assinatura virtual obtida em empresas certificadoras. Quem é empregado deve receber os comprovantes de rendimento até 28 de fevereiro. Os aposentados pelo INSS vão receber em casa o comprovante. No documento, a fonte pagadora informa o que os valores recebidos pelo contribuinte e os descontos de imposto feitos.

Bookmark and Share