Correio do Povo

Porto Alegre, 16 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
18º 29º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

17/02/2014 07:32 - Atualizado em 17/02/2014 07:43

TRT julga hoje dissídio dos rodoviários de Porto Alegre

Comissão de negociação alertou que poderá recorrer da decisão no TST

Os rodoviários vão estar atentos ao julgamento do dissídio, que ocorre nesta segunda-feira, às 14h, no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4). Os motoristas, cobradores e fiscais do transporte coletivo de Porto Alegre estão em estado de greve desde 7 de fevereiro, um dia após o dissídio ter sido ajuizado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

Segundo o líder de negociação dos rodoviários, Alceu Weber, esta é apenas uma etapa da disputa. "Tem muita coisa pela frente a ser tratada. Nem tudo se resolve hoje. Este é o primeiro tiro", comentou. Weber considera que as disputas podem ir até Brasília, onde fica o Tribunal Superior do Trabalho (TST). "A categoria pode quebrar os pratos depois do que for decidido no dissídio. Parece-me que o sindicato não está muito a fim de representar a categoria", afirmou.

Com o impasse, a população porto-alegrense, corre o risco de ficar sem ônibus novamente. Entre os dias 27 de janeiro e 10 de fevereiro, os rodoviários se negaram a colocar a frota nas ruas. Com isso, a cidade se viu refém da briga entre trabalhadores e empresários de ônibus, ficando à mercê de lotações, vans escolares e coletivos alternativos.

O comércio sofreu grandes perdas no período e os trabalhadores tiveram gastos além do normal, como custo mais elevado das passagens. Procurado, o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre, Júlio Gamaliel, não quis fazer comentários sobre o assunto.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.