Porto Alegre, sábado, 22 de Novembro de 2014

  • 17/02/2014
  • 09:23

Detento mata diretor de prisão a tesouradas no Tadjiquistão

Homem de 66 anos foi golpeado 17 vezes

  • Comentários
  • AFP

O diretor de uma prisão do Tadjiquistão foi assassinado a tesouradas por um detento, cabeleireiro, a quem havia pedido que cortasse seu cabelo, anunciou nesta segunda-feira um porta-voz do ministério do Interior.

"Mataram um funcionário de justiça de 66 anos, o diretor da prisão", declarou o porta-voz, informando que os incidentes ocorreram em Kuliab, uma cidade situada a 200 quilômnetros da capital, Dusambé.

"O funcionário convocou na tarde de domingo em seu gabinete o detido, cabeleireiro, para que cortasse seu cabelo", relatou. O preso, condenado a 17 anos de prisão por ter matado um jovem com 57 punhaladas, deu então 17 tesouradas no diretor, principalmente na cabeça. O diretor faleceu quando era levado ao hospital.

Bookmark and Share


TAGS » Morte, Internacional