Porto Alegre, domingo, 21 de Dezembro de 2014

  • 17/02/2014
  • 19:22
  • Atualização: 19:27

Empresas deixarão para prefeitura definição de reajuste na tarifa de ônibus

ATP aguarda publicação oficial do reajuste de 7,5% aos rodoviários para encaminhar custos

  • Comentários
  • Samuel Vettori/Rádio Guaíba

A Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP) vai aguardar a publicação da decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) fixando o aumento de 7,5% aos rodoviários para encaminhar a planilha de custos das empresas à prefeitura. O preenchimento dos dados é aguardado para o encaminhamento do próximo reajuste da tarifa. Neste ano, no entanto, os empresários vão deixar com o Executivo a apresentação do percentual.

De acordo com o gerente executivo da ATP, Luiz Mário Magalhães Sá, serão apresentados todos os itens que compõem o cálculo de reajuste, como custos operacionais, gastos com empregados, números de isenções e transportados. A categoria não teve o reajuste do ano passado atendido, quando pedia passagem a R$ 3,30.

Sobre o reajuste de 7,5% para os empregados, definido hoje pelo TRT, Magalhães Sá avaliou que o tribunal “praticamente repetiu a proposta da ATP”. Ele concluiu que a reposição salarial “foi satisfatória” e disse esperar que a definição judicial normalize o sistema de transporte urbano de Porto Alegre.

Bookmark and Share