Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Economia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

18/02/2014 09:08 - Atualizado em 18/02/2014 09:55

Comer fora de casa está mais caro em Porto Alegre, aponta FGV

Alimentos aumentaram 1,63% nos últimos 30 dias, mais do que o dobro da inflação

Comer fora de casa está mais caro em Porto Alegre conforme levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgado nesta terça-feira. Os alimentos consumidos na rua aumentaram 1,63% nos últimos 30 dias, mais do que o dobro da inflação, que foi de 0,62%.

As refeições em bares e restaurantes tiveram alta de 1,70%. Somente o sorvete aumentou 9,33%. Também são destaque o crescimento do suco de frutas, 2,51%, doces e salgados, 1,72%, e cerveja e chopp, 2,53%. A boa notícia é que o cafezinho teve deflação de -1,14%.

A maior influência para o aumento do índice foi do cigarro, com alta de 7,51% na segunda semana de fevereiro. A taxa residencial de água e esgoto cresceu 2,35%. Já os alimentos congelados de ave aumentaram 2,24%. O tomate teve a maior influência negativa com -16,91%, seguido da batata-inglesa -12,24%. 

IPCS

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal de Porto Alegre (IPC-S) registrou variação de 0,62%, na apuração realizada na segunda semana de fevereiro. O resultado foi 0,04 ponto percentual inferior ao divulgado na primeira semana de fevereiro, que foi de 0,66%.

Nesta edição, quatro das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram desaceleração em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: Educação, Leitura e Recreação e Despesas Diversas, cujas taxas passaram de 1,74% para 0,87%, e de 4,81% para 4,04%, respectivamente.

A análise deste resultado mostra que as pressões acima da variação média foram exercidas pelos grupos: Despesas Diversas; 4,04% e Educação, Leitura e Recreação; 0,87%.

Mostra também que se situaram em nível abaixo da variação média os grupos: Habitação; 0,58%, Transportes; 0,52%, Alimentação; 0,50%, Saúde e Cuidados Pessoais; 0,33%, Comunicação; 0,10% e Vestuário; 0,00%.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.