Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 18/02/2014
  • 10:00
  • Atualização: 10:51

Assange denuncia que NSA espionou WikiLeaks

Central de Comunicação do Governo britânico também foi acusada de espionagem

  • Comentários
  • AFP

A Agência Nacional de Espionagem (NSA) americana e a britânica Central de Comunicação do Governo (GCHQ) espionaram o WikiLeaks e seus leitores, afirmou nesta terça-feira o site de Julian Assange, que cita documentos obtidos pelo ex-analista Edward Swowden. Segundo a publicação, a NSA colocou Assange, fundador do WikiLeaks, em uma lista de pessoas que devem ser “alvo e caça” e que inclui membros suspeitos de pertencer à Al-Qaeda.

"A NSA e sua aliada britânica Central de Comunicação do Governo (GCHQ) também espionaram o WikiLeaks e seus leitores", acrescentou o site, que revela documentos e secretos oficiais. "O WikiLeaks condena firmemente o comportamento insensato e ilegal da Agência Nacional de Segurança. Pedimos à administração do presidente americano Barack Obama que nomeie um procurador especial para investigar a magnitude da atividade criminal da NSA contra os meios, particularmente WikiLeaks", afirma Julian Assange no comunicado.

Julian Assange está refugiado na embaixada do Equador em Londres desde junho de 2012 para evitar sua extradição à Suécia, onde duas mulheres o acusam de agressão sexual. O australiano teme o governo sueco o extradite para os Estados Unidos, onde seria condenado por espionagem pelas revelações do WikiLeaks.

Já Edward Snowden é um ex-analista da NSA que está refugiado na Rússia depois de ter roubado milhares de documentos da agência, que serviram para divulgar detalhes comprometedores sobre suas atividades, como a espionagem em massa de cidadãos inocentes e de líderes aliados dos Estados Unidos.

Bookmark and Share