Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 18/02/2014
  • 10:16
  • Atualização: 10:53

Número de mortos no trânsito gaúcho cai 5% em 2013

No ano passado, 1984 pessoas perderam a vida em acidentes

  • Comentários
  • Marcos Koboldt / Rádio Guaíba

Caiu o número de acidentes com morte no Rio Grande do Sul em 2013. Pela primeira vez, em quatro anos, os números ficaram abaixo de dois mil óbitos. Mesmo assim, 1.984 pessoas perderam a vida no trânsito gaúcho no ano passado. Os índices de acidentabilidade foram apresentados nesta terça-feira pelo governador Tarso Genro, no Palácio Piratini. 

A queda foi de 5% em relação a 2012, quando 2.091 pessoas morreram em acidentes de trânsito no Estado. Na comparação com 2010, a redução chega a 9,4%, já que 2.191 pessoas perderam a vida no trânsito gaúcho naquele ano.

“Nós temos um aumento exponencial do número de automóveis na rua, o que significa maior possibilidade de acidentes. Nós já reduzimos em quase 10% o número de acidentes e de mortes. Significa que com políticas públicas adequadas, mesmo aumentando o número de automóveis, é possível poupar vidas, com trabalho de fiscalização, punição adequada e, sobretudo, trabalho de conscientização”, afirmou o governador. “Automóvel é um instrumento de trabalho e de lazer, não é uma arma. Não pode servir de instrumento de aventura e isso cada pessoas tem que compreender, porque não adianta o poder público desenvolver um trabalho como este sem que haja conscientização daqueles que usam automóveis”, argumentou.

O governo do Estado também apresentou dados da operação Balada Segura, que em fevereiro completou três anos. Houve queda de 13% no número de acidentes com morte entre 2010 e 2013. Em Porto Alegre, a redução foi de 12%, o que representa menos 37% óbitos no trânsito nas noites e madrugadas da Capital.

Bookmark and Share