Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
15º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

22/02/2014 20:42

Maduro propõe conferência de paz na Venezuela diante de protestos

Onda de protestos já deixou dez mortos, segundo fontes oficiais

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs nesta sábado uma "conferência nacional de paz" com os setores políticos e sociais para neutralizar os grupos responsáveis pelos atos violentos ligados aos protestos da oposição, que já deixaram dez mortos.

"Convoco o povo venezuelano para a instalação, na próxima quarta-feira, de uma conferência nacional de paz com todos os setores sociais e políticos do país para, entre os venezuelanos, neutralizar estes grupos violentos", disse Maduro para uma multidão de partidários reunidos diante do Palácio Presidencial.

Maduro rejeitou qualquer vínculo com grupos armados e convocou as forças políticas "a condenar a violência, as provocações e as emboscadas".

A onda de protestos já deixou dez mortos, segundo fontes oficiais, sendo seis por disparos de armas de fogo, três por acidentes de trânsito ligados aos protestos, e um por circunstâncias ainda não apuradas.

As manifestações, que começaram com estudantes de San Cristóbal contra a insegurança que afeta o país, chegaram a outros pontos da Venezuela e passaram a ter outros temas, como a crise econômica, a inflação, a repressão policial e a libertação dos detidos nos protestos.

Neste sábado, milhares de opositores ocuparam as ruas do leste de Caracas para exigir o desarmamento dos grupos paramilitares.

Ao menos 50 mil pessoas se reuniram nas proximidades do shopping de Sucre, reduto da oposição, convocados pelo líder Henrique Capriles.

Bookmark and Share


Fonte: AFP





» Tags:Venezuela Mundo


O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.