Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 23/02/2014
  • 15:46
  • Atualização: 15:51

Nova Bréscia entra para Guinnes pelo churrasco mais longo

Foram assados 15 mil quilos de carne em oito dias

  • Comentários
  • Deolí Gräff / Correio do Povo

O município de Nova Bréscia, no Vale do Taquari, famoso pela realização do Festival da Mentira, agora está ganhando fama por ter realizado o churrasco mais longo, com oito dias de duração. O fato será registrado no Guinnes Book , o livro dos recordes.

Ao todo foram assados cerca de 15 mil quilos de carne. A estimativa é de que passaram pela Praça da Matriz, no centro de Nova Bréscia, 50 mil pessoas, provenientes de várias cidade gaúchas e de outros estados. Em média, cada participante recebeu um prato com 300 gramas de carne e pão. A previsão inicial era de que fossem consumidos 5 mil quilos de carne, cuja quantidade foi doada por um frigorífico.

No meio da semana o produto acabou e foi necessário conseguir mais. “Para continuar com o evento recebemos a doação de mais 27 bois”, afirmou João Carlos Biazibetti. Ele disse que as pessoas fizeram as doações de forma muito espontânea. “Isto nos deixou ainda mais entusiasmados a cumprir com a proposta do evento, com uma semana de duração”. Biasebetti enfatizou que a promoção superou todas as previsões. “Foi um sucesso que nós não esperávamos. É muito gratificante”, afirmou ele.

O evento foi organizado por um grupo de churrasqueiros formado por João Carlos Biasebetti, Leomar Zambiazi, Arlindo Delazeri, Gelson Laste e os irmãos Gilberto, João Carlos e Paulo Zambiazi, apoiados pelo vice-prefeito Paulo Vian.

O evento começou no dia 15, às 10h, quando foi acesso o carvão para assar a primeira remessa de carne e só terminou hoje, às 15h quando foi assada última rodada de carne. O prefeito Gilnei Agostini estava eufórico, com o sucesso do evento. “Com este evento Nova Bréscia ganha projeção mundial como a cidade que promoveu o maior churrasco do mundo”. Ele observou que o investimento da Prefeitura foram relativamente baixos. O município arcou com a entrutura montada na Praça da matriz e os shows musicais. “A projeção que o município está ganhando, a divulgação, isto pode ser considerado um bom investimento”, afirmou ele.

Para assar a carne foram montados oito churrasqueiros e sete equipes, somando 150 assadores, que se revesaram a cada 12 horas de trabalho. Foram gastos mais de 3,2 mil kg de carvão e cerca de 150 quilos de sal grosso para temperar a carne. No local do evento o público podia adquirir alimentos em conservas, artesanato e lembraças de Nova Brescia.

A recepção oas visitantes foi feito pela corte do município, formada pela rainha Sabrine Scartezini Bertol e as princesas Luiza Dalmoro e Tamires Cigolini Ferreira. Elas distribuíram charme e beleza entre o público. “O churrasco de Nova Bréscia é o melhor do mundo”, afirmou Sabrine. Ela enfatizou que o evento está dando muita projeção. “Agora Nova Brescia não será conhecida apenas pelo Festival da Mentira, mas também como a capital dos churrasqueiros”.

Bookmark and Share