Correio do Povo

Porto Alegre, 17 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
19º 29º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

24/02/2014 08:33 - Atualizado em 24/02/2014 08:54

Ecologistas acusam baleeiros japoneses de ataque na Antártica

Navio teria utilizado cabos de aço para conter motores do grupo

Navio teriam utilizado cabos de aço para parar os motores de grupo que impede a caça na Antártica<br /><b>Crédito: </b> Institute of Cetacean Research / AFP / CP
Navio teriam utilizado cabos de aço para parar os motores de grupo que impede a caça na Antártica
Crédito: Institute of Cetacean Research / AFP / CP
Navio teriam utilizado cabos de aço para parar os motores de grupo que impede a caça na Antártica
Crédito: Institute of Cetacean Research / AFP / CP

A organização ecológica Sea Shepherd informou nesta segunda-feira que a frota baleeira (que se dedica à pesca da baleia) japonesa atacou um dos seus navios, o Bob Baker, nas águas da Antártica. A Sea Shepherd disse que dois navios japoneses, o Yushin Maru e o Yushin Maru 3, atacaram o Bob Barker na noite desse domingo, utilizando cabos de aço para parar os motores e aproximando-se além das distâncias regulamentares. O barco da Sea Shepherd tenta impedir a caça de baleias na Antártica, segundo comunicado divulgado pela própria organização na Austrália.

O navio Bob Barker estava, na altura do ataque, a cerca de 11 quilômetros do navio-fábrica da frota baleeira japonesa Nisshin Maru. Apesar do ataque que, segundo a organização, representa uma violação das regras internacionais para evitar colisões no mar, o capitão do Bob Barker, Peter Hammarstedt, disse que a sua equipe vai continuar a lutar contra a matança de baleias. Tóquio confirmou a colisão, mas acusou a Sea Shepherd de ter lançado cordas sobre os barcos.

Bookmark and Share


Fonte: Agência Brasil







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.