Porto Alegre, domingo, 21 de Dezembro de 2014

  • 24/02/2014
  • 13:28
  • Atualização: 13:32

Indiano morre após atear fogo ao próprio corpo em protesto

Pranab Boro, um agricultor ativista de 45 anos, teve 100% do corpo queimado

  • Comentários
  • AFP

Pranab Boro, um agricultor ativista de 45 anos, ateou fogo ao próprio corpo depois de jogar querosene em si mesmo na cidade de Guwahati, informou o ministro da Saúde de Assam, Himanta Biswas Sarma, à AFP. "Ele foi internado no hospital com 100% do corpo queimado e, apesar dos esforços dos médicos, ele morreu", disse Sarma.  Policiais tentaram extinguir as chamas com água e cobertores enquanto Boro se contorcia no chão cercado por câmeras de televisão.

Boro, integrante do grupo ativista Krishak Mukti Sangram Samity, tomou esta medida depois que o governo do Estado rejeitou as exigências de direito à terra de 85 mil famílias que vivem em Assam. "Estamos chocados com o que aconteceu hoje, mas não podemos conceder direitos à terra a pessoas que vivem nas florestas e em zonas úmidas. Podemos sempre trabalhar em alternativas", declarou o ministro chefe de Assam, Tarun Gogoi, à AFP.

A rejeição provocou protestos e bloqueios rodoviários e ferroviários em várias partes do Estado, segundo relatos.

Bookmark and Share